quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Aranhas




Macrofotografia - Fotografando Aranhas

   Existe uma imensa quantidade de espécies de aranha, uma variedade infinita de possibilidades para clicá-las, a primeira coisa que se deve saber é que as aranhas geralmente são muito ágeis e muitas vezes são difíceis de se fotografar, então para termos êxito em fotografá-las devemos primeiramente nos aproximar lentamente para não deslocarmos ar e assim fazermos ela fugir, outra dica importante é escolher bem a posição para a foto, algumas aranhas podem estar se alimentando e nesse caso seria interessante por exemplo fotografá-la com uma perspectiva mais frontal, enquanto algumas aranhas possuem a região dorsal multi colorida e nesse caso, seria interessante fotografar essa parte.

   De toda maneira, não existe uma regra, o que vale mais é a visão que você terá na hora da foto, vai depender também das condições do local no momento, pode estar ventando e a teia se mexendo, ou você pode se deparar com uma aranha saltadeira (salticidae) e ela fugir sem ao menos você dizer um oi.

Onde encontrar as aranhas?
 Como citei acima, existe uma variedade quase infinita de espécies de aranhas que vivem nos mais variados tipos de ambientes, costumo dizer que existem insetos e aranhas em todos os lugares, desde um jardim florido até dentro de um apartamento em uma área urbana. O importante na hora de procurar os aracnídeos é ter o olhar bem atento, vasculhe bem os arbustos, mesmo que inicialmente pareça que não tem nada, olhe mais atentamente que provavelmente algum bichinho se esconde ali, algumas aranhas se escondem na parte de baixo das folhas das plantas, outras se camuflam em galhos secos, fique de olho em pequenos buracos com filamentos de teias em volta, algumas espécies de aranha fazem umas "casinhas" de teia que geralmente ficam mescladas a folhagem, quando não estão dentro das "casinhas" estão aos arredores caçando suas presas. Preste atenção também nas flores, elas são locais em potencial para abrigar aranhas caranguejo, normalmente essas aranhas possuem a mesma cor da flor que as abriga e são difíceis de se visualizar, os gramados costumam ser moradia certa para as aranhas lobo, enquanto a beirada de pequenos lagos ou até rios são locais perfeitos para encontrar a aranha pescadora.
Não existe uma regra, fique sempre atento e com o tempo os olhos vão se acostumando a encontrar essas estranhas e incríveis criaturinhas.


Aranha armadeira (Phoneutria keyserlingi)
Essa é a famosa Aranha armadeira ou Aranha de Bananeira (Phoneutria keyserlingi), quando me aproximei dela, sua primeira reação foi a de ficar em posição de defesa com as patas dianteiras erguidas, e por sorte essa era justamente a pose que eu queria registrar.
Fiquei impressionado com a agressividade dessa aranha, além de extremamente rápida ela fazia algumas investidas contra a câmera, além disso ela não tentou fugir e ficou lá me encarando.
Mas para esclarecer, ela não ataca os humanos, ela tomou essa postura pois naquela ocasião ela me via como um possível agressor ao me aproximar dela, é claro que muitos acidentes com picadas ocorrem com humanos, geralmente quando alguém encosta acidentalmente no animal.
Um close na Aranha Armadeira:
Empilhamento de foco combinando 61 exposições com ampliação de 1x.
Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, Jansjö spotlight (2), tenda difusora de plástico, trilho Manfrotto.
 
Aranha Colorida (Bertrana rufostriata)
Essa foto foi tirada em 2011 em uma espedição noturna em uma área de vegetação de transição entre Serrado e Mata Atlântica no RJ, uma curiosidade sobre essa aranha é que ela não possui uma teia "completa", ela tece vários fios de teias entre as folhas de uma árvore como se fossem pontes de acesso, essa área de teia determina também sua área de caça, normalmente é mais ativa durante a noite, durante o dia é normalmente encontrada repousando.

  
 É importante em muitos casos tirar mais de uma foto de um mesmo assunto, no caso aqui, a aranha multicolorida tem detalhes importantes não só na região frontal de seu corpo mas também na área posterior.


  Salticidae Close-up
Vasculhando os arbustos atrás de insetos para fotografar avistei uma pequena criaturinha com o dorso laranja saltando de uma lado para o outro, logo percebi que se tratava de uma aranha saltadeira (salticidae) de 10mm, por sinal, uma das mais bonitas que já vi, preparei o equipamento e comecei a sessão de fotos.
Essa foto é resultado de uma única exposição com ampliação de 3:1. 
 Visão lateral:
 Visão dorsal:

  
 A espera de uma presa
Encontrei esta aranha caranguejo camuflada nesta pequena flor aguardando por sua próxima "vítima", aproveitei a oportunidade para utilizar a técnica de empilhamento de foco. Como iluminação, apenas luz natural e para realçar a cena usei um rebatedor prateado por baixo do assunto e um papel manteiga como difusor na parte superior, enquanto clicava o sol batia na vegetação ao fundo e criava um tom amarelado o que ajudou a compor o plano de fundo, o único problema é que ventava um pouco no momento e acabei perdendo alguns frames por conta do movimento excessivo da planta. 
Empilhamento de foco combinando 23 exposições com iluminação a luz natural.

Saltadeira vs Mosquito
Estava observando essa aranha saltadeira quando um mosquito pousou próximo a ela, em um salto extremamente rápido e preciso o mosquito foi capturado.
Algumas das armas de caça da saltadora:
A aranha saltadora consegue rastrear a presa por causa de seus oito olhos, incluindo na parte de trás de sua cabeça.
Elas não possuem músculos fortes nas pernas, usam pressão hidráulica.
As aranhas saltadoras, assim como muitos insetos e alguns pássaros, enchergam cores que nós humanos não vemos. Elas conseguem ver a radiação UVA e UVB, pra nós invisível.
Como em outros casos, é importante algumas vezes fotografar em mais de uma perspectiva para ter um complemento melhor sobre o assunto.


Aranha Caranguejo
Esse é o maior espécime de aranha caranguejo que já encontrei, com aproximadamente 3,5cm (corpo e paras), estranhamente posicionada em um bambu, um local incomum para esse tipo de aranha.
Visão frontal:

Salticidae (Female Thiodina)
Este é um bom exemplo de que é importante escolher bem a posição em que a foto fai ser tirada, perceba que é possível  visualizar bem nítidamente a aranha e sua presa, optei por esse disparo lateral justamente para evidenciar a ação da aranha com sua presa, mas não deixando de lado o detalhe das listras na cabeça da aranha.

Treinando Espacate
Nesse caso procurei destacar a forma estranha que a aranha estava posicionada parecendo que fazia um espacate. Dica: Já encontrei esse espécime várias vezes e quase todas as vezes estavam em folhas de bananeiras, em outra ocasião estava em uma folha de jamelão.

Aranha branca
Como essa aranha lobo era muito branca, tive que ser cauteloso ao utilizar o flash, não só com aranhas mas com todos os insetos de cor branca tem que se ter o cuidado de acertar bem a intensidade do flash, dê preferência a velocidades altas do obturador.

Aranha de Escudo
Para esta aranha de espinhos ou aranha de escudo proirizei a região dorsal para evidenciar mais os espinhos e a carapaça.

Aranha Lince predando lagarta
Nesta foto dei sorte em encontrar essa cena inusitada, esta é uma Linx Spider (aranha lince) e ela está se alimentando de uma pequena lagarta, presa completamente incomum para a espécie.

Scytodes sp
Esta estranha aranha Aranha Tigrada (Scytodes sp) foi encontrada em um pé de jamelão, dei a sorte de encontrá-la no momento em que ela "embalava" sua bolsa de ovos.

Salticidae
Nessa foto utilizei dos flashes para iluminar a aranha, um posicionado bem na frete dela e o outro posicionado na parte de cima, essa técnica foi útil para evidenciar a cor dourada da parte de cima do corpo dela e ao mesmo tempo não perder o foco em seus olhos.

Aranha de abdomen colorido
Estava procurando alguns insetos quando minha namorada avistou essa aranha, mau pude acreditar, nunca tinha visto esse espécime, que por sinal é muito bonito. Mais uma vez procurei evidenciar a parte dorsal por suas cores diferenciadas.

Aranha lobo Close-up
Tive uma grata surpresa ao encontrar essa Wolf Spider (aranha lobo) dentro da garagem, já corri para pegar a câmera e fotografar o momento, ela permitiu grande aproximação, graças a isso consegui um bom nível de ampliação.

Aranha construindo sua teia
Aqui, priorizei o foco na parte da teia, ainda assim foi possível conseguir certo nível de detalhe do corpoda aranha.

Casinha de folha
 Essa é uma aranha popularmente conhecida como aranha caranguejo, existem uma imensa variação desta espécie, aqui vemos uma que constrói sua "casinha" utilizando-se de uma folha e bastante teia.

Aranha saltadeira preta
As aranhas saltadeiras são conhecidas também por serem aranhas que se utilizam muito dos olhos para perceberm o ambiente ao seu redor, aqui aproveitei o momento em que ela olhava para minha mão e efetuei o clique.

Salticidae
Outra característica das aranhas saltadeiras (salticidae) é o hábito de se esconder, assim que comecei a fotografá-la ela rapidamente passou para a parte de baixo da folha, na foto é possível ver o exato momento que ela começa a se virar.

Aranha olhando para cima
Como em uma das fotos anteriores a saltadeira procura algo com o olhar, é possível perceber que ela está olhando para cima, aproveitei o momento para clicar.

Aranha Caranguejo
Aqui vemos uma aranha caranguejo fazendo uma armadilha para suas presas, ela fica nessa posição normalmente dentro de uma flor ou na ponta de uma folha esperando o momento em que algum inseto pouse para efetuar a captura. Geralmente essas aranhas tem a mesma cor do local onde elas caçarm, como aqui no caso, o amarelo.

Aranha lince vs Cigarrinha
Uma aranha lince se deu bem e capturou uma cigarrinha (cicadellidae).

Aranha caranguejo amarela vs Marimbondo amarelo
Essa é bem interessante, perceba que a aranha caranguejo capturou um gigantesco marimbondo com o dobro de seu tamanho e olhando atentamente podemos ver um intruso nessa cena, uma minúscula mosquinha pega carona nas costas do marimbondo.

Papa moscas close-up
Aqui mais uma saltadeira (aranha papa-moscas) só que desta vez olhando diretamente para a lente da câmera.

Aranha Focus Stacking
Outra forma de fotografar é utilizando a técnica de focus stacking (empilhamento de foco) a técnica consiste em tirar uma sequencia de exposições com pontos de focagem progressivos até que tenha todo o sujeito focado, depois se utiliza de algum software para mesclar as exposições. Dessa maneira é possível conseguir níveis de detalhe gigantescos.

Aranha saltadeira de cara vermelha
Nas três fotos a seguir temos uma belíssima salticidae de cor avermelhada, na primeira foto ela anda por cima de uma folha (pé de acerola) na foto seguinte monta guarda na porta de sua "casinha" costruida com teia logo depois aproveitei para detalhar melhor a parte dorsal da aranha.



Aranha Close-up
Outro exemplar de aranha caranguejo, esta bem maior do que as outras que viram acima, tem aproximadamente 5cm.

Ovos de aranha
Esta é uma aranha doméstica, aquelas aranhas magrelas que as vezes aparecem no canto das paredes, na foto podemos observar que a mamãe aranha toma conta de sua bolsa de ovos.

Jumping spider close-up
Nesta foto priorizei a focagem nas presas, primeiro pela textura diferenciada e depois por apresentar alguns parasitas (esses pequenos pontos brancos).

Tática de Defesa de uma aranha
Outro exemplo de papa-moscas, a tática de defesa dessa aqui é se espremer ao máximo na folha para ficar o mais achatada possível tentando assim passar desapercebida, o que não foi o caso pois eu a encontrei. rsrs

Aranha de presas vermelhas
Não possuo a identifivação dessa aranha mas me chamou bastante a atenção pelo tom amarelo e suas presas vermelhas.

Aranha close-up
Mais uma utilizando a técnica de empilhamento de foco (focus stacking), 5 exposições a 4x de ampliação.

Aranha de prata (Argiope argentata)
Essa é um espécime de aranha que particularmente eu gosto bastante, é popularmente conhecida como aranha de prata por causa da sua tonalidade prateada na região dorsal. Tirei essa foto em 2009 com uma câmera compacta Canon A590.

Aranha vs aranha
Aranha lince vs aranha saltadeira, nesse caso a lince levou a melhor e capturou a saltadeira!

Aranha que imita formiga
Nas fotos seguintes temos um dos espécimes mais incríveis no mundo das aranhas, a "Ant Mimic Jumping Spider" ou seja, aranha saltadeira que imita uma formiga. Ela usa desse artifício para proteção e também para facilitar na hora da caça, uma mosca por exemplo, nunca se aproximaria de uma aranha se já a tivesse visto mas de uma formiga não teria tanto problema tendo em vista que as formigas não são predadoras naturais das moscas (exceto em raras espécies). É impressionante a semelhança dessa aranha com uma formiga, quando avistei esse espécime pela primeira vez, só fui olhar mais atentamente por causa do modo com que ela se movimenta que é mais parecido com uma aranha do que com uma formiga, após uma bela observada pude notar a quantidade de patas, os olhos e o formato da cabeça. Só para constar, ela tinha 1cm de comprimento.


Bird-dropping Spider

Fotografei essa aranha em 2010 com uma compacta Canon A590, a encontrei em uma campina de "capim gordura" aqui próximo da minha casa, após algum tempo postada no Flick um Biólogo dos EUA me perguntou onde havia encontrado ela e após uma conversa ele me disse que essa aranha não é nativa dessa região (RJ) e que possivelmente ela tinha vindo parar aqui através de alguma ave que acidentalmente a transportou. Não sei se ele esta certo, mas que a aranha é bem estranha, isso é!


Papa moscas e baratas
As aranhas papa-moscas são exímias caçadoras, mas não só para caçar moscas, aqui vemos uma que pegou uma barata da mata.

Aranha lobo
Olá pessoal, essa é mais uma foto utilizando a técnica de empilhamento de foco (focus stacking), só que dessa vez a foto foi feita somente com luz natural e sem o auxílio de um trilho de foco ou mesmo um tripé, foi no braço mesmo. Foram 15 exposições para conseguir a profundidade de campo necessária.

Cute Jumper
Enquanto fotografava esta aranha saltadeira (salticidae) ela olhava curiosa para um dos flashes, enquanto isso aproveitei e registrei o momento. O desafio aqui é equilibrar bem a iluminação para não perder o contraste da imagem.

Aranha saltadeira (empilhamento de foco)
   Stacking de macro, 20 exposições com ampliação de 2,5x combinadas com o software Helicon Focus.
   Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, flash Integrado, flash 480EXII e difusores.

 Jumping Spider vs Green Fly
Nas duas fotos seguintes tive a sorte de flagrar uma Aranha Papa-moscas capturando justamente, uma mosca (rsrs). Na primeira foto uma demonstração de força, com apenas um fio de teia a saltadeira suporta seu próprio peso e mais o peso da mosca, preferi fotografar mantendo o plano de fundo mais escuro para mostrar melhor os detalhes da cena. Já na outra foto, a mosca havia descido em uma folha e a mosca estava completamente dominada, jumper wins!


Aranha saltadeira de pedipalpos brancos
Encontrei essa simpática aranha saltadeira de 1cm em um final de tarde em 2011 quando já estava indo embora após clicar alguns insetos, só a avistei por causa de seus pedipalpos brancos que me chamaram a atenção quando ela se movimentava. A alguns dias atrás (2013) encontrei novamente essa espécie, mas quando me preparava para clicá-la percebi que havia pisado em um formigueiro e tinham centenas de formigas picando meu pé, após retirar as formigas fui procurar novamente a aranha mas ela já tinha desaparecido.
Canon EOS600D com Lente Canon MP-E65mm, flash Integrado, ISO 400.
 Visão mais afastada:

Aranha Caranguejo (Field Stack)
Empilhamento de foco combinando 21 exposições com ampliação de 1x, iluminação a luz natural, ISO 200. Combined exposures by CombineZP.
Resolvi usar esse formato "quadrado" na foto pois a aranha estava em um posicionamento que não me permitia "ajustar" sua posição, caso movesse a folha ela poderia se movimentar, então ficou uma área muito grande vazia na foto em forma retangular por isso o corte.
Sobre a aranha:
Essa aranha de 1,5cm tem uma forma muito peculiar de caça, ela usa a técnica de emboscada para capturar suas presas, ficando imóvel esperando que um inseto pare em sua frente, nesse momento, ela dá o bote e captura sua presa. O diferencial desta para as demais aranhas que caçam com emboscada é que essa tece uma pequena rede de filamentos de teias em sua frente, quando um inseto enconsta nesses filamentos, ele gruda parcialmente e ela sente suas vibrações através de alguns desses fios que estão conectados a suas patas dianteiras.

 Orb Spider - Field stack
Esta espécie de aranha tem alguns hábitos bem peculiares, ela escolhe um local seguro para ficar durante todo o dia, quando está próximo de anoitecer ela começa a tecer sua teia e em poucos minutos a teia está completa e pronta para "aprisionar" suas vítimas. Quando o sol começa a raiar pela manhã ela se recolhe novamente e repete esse processo diariamente até o final de sua vida.
Essa foto é resultado de um empilhamento de foco combinando 30 exposições com iluminação a luz natural.
 Com alpliação um pouco maior 2:1.

 Aranha caranguejo protegendo os ovos
Empilhamento de foco combinando 15 exposições com iluminação a luz natural.
Algumas espécies de aranha caranguejo criam pequenas "casinhas" construídas com folhas e teias, essas elaboradas construções tem como propósito principal abrigar a ninhada de ovos que ficam depositados no interior da folha, a mamãe aranha permanece posicionada em um ponto estratégico protegendo a ninhada de possíveis predadores, quando os ovos eclodem dão origem a minúsculos filhotes de aproximadamente 2mm, uma única ninhada pode ter centenas de filhotes.

Monochromatic trap
Esta é a menor aranha caranguejo adulta que já encontrei, ela tem aproximadamente 7mm, dá para ter uma boa ideia do tamanho dela observando os "pelinhos" da parte interior da flor, ela quase passou desapercebida mas por sorte consegui enxergá-la o que nem sempre acontece com suas vítimas, pequena e extremamente camuflada, a flor se torna a armadilha perfeita para a caça de emboscada.
  
Aranha saltadeira vs Cupim alado
Enquanto fotografava esta pequena aranha saltadeira de 9mm um cupim alado pousou bem próximo dela, a exímia caçadora não exitou e saltou sobre o cupim em um bote certeiro, me impressiona muito nas saltadeiras  a incrível capacidade de caça, mesmo quando a presa é maior do que elas.

11 comentários:

  1. Fantasticas fotos, as dicas estão excelentes.

    ResponderExcluir
  2. Olá Marlon, muito obrigado pelo comentário e elogio. Abs!

    ResponderExcluir
  3. Ola Maxwel eu gosto muito de trabalhar com fotos de animais principalmente de aranhas e tenho uma canon também, e hoje eu tirando fotos pela mata aqui no estado de rondônia na cidade de mirante da serra tirei uma foto de uma espécie de aranha que nunca eu tinha visto e gostaria que vc me ajudasse a descobrir mais sobre esse animal pois meus meios de conhecimento é pouco add meu facebook https://www.facebook.com/kaique.vital.10 ou meu msn agendakaiquevital@msn.com e me ajude a descobrir por favor tenho 17 anos meu nome é kaique vital

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kaique,

      Obrigado pela visita aqui no blog!

      Bem, não possuo Facebook e nem msn, acredita? rsrs

      Seria interessante você passar um link com a sua galeria de fotos, ou mesmo, para a foto da aranha.
      Se preferir pode me mostrar por e-mail;

      webmaster.admin.max@gmail.com

      Tem um blog de um amigo meu que é especializado em identificação de insetos, segue o link:

      http://insetologia.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Cara na boa...tú é fods...ashusahsauhsau
    Sou fascinado por macro, cada vez que vejo fotos assim fico doido pra sair por ai caçando...kkk

    Mas sem equipo fica complicado!

    Parabéns, to acompanhado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joás Almeida,

      Também sou assim, sempre que vejo alguns macros me insentiva a ir procurar uns artrópodes para fotografar.
      Infelizmente é verdade, sem equipamento adequado dificulta bastante a prática, ainda mais levando em conta os preços absurdos do nosso país.

      Obrigado pelo comentário, abs!

      Excluir
  5. Boa noite, belo site !

    Tenho uma dúvida: quando você diz, por exemplo, "61 exposições", isso quer dizer 61 fotos com focos diferentes ? Se sim, foi feito com tripé ? E como fazer para tirar tantas fotos em tão pouco tempo ? Acredito que o animal possa se movimentar, ou ação do vento, ou a tremida do nosso próprio corpo possam prejudicar esse processo.

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigado!

      Fiz recentemente uma postagem sobre o assunto, peço para que entre no link abaixo, acredito que lá você tirará todas as suas dúvidas.

      (caso não apareça o link, copie o endereço e cole no navegador)

      http://macrobrasil.blogspot.com.br/2013/06/empilhamento-de-foco-em-campo-field.html

      Excluir
  6. Fantásticas! Tenho medo de aranhas, nas fotos parecem gigantes!

    ResponderExcluir
  7. Olá Maxwel! Tchê parabéns pelo teu trabalho, pela página e pelo teu amor à natureza, sou hobista e entusiasta pela macro fotografia, há algum tempo vinha colhendo informações sobre a técnica de stacking, e o que precisava encontrei em tua página, inclusive já fiz o download do programa para a pós produção. Entretanto, há uma dúvida: todas as minhas fotos faço em RAW, para o stacking tu as faz em RAW ou JPG, se as faz em RAW tu extrai o arquivo antes de importar para o programa específico ou o programa faz a extração também? Se tu extrai previamente, salva em TIF ou JPG? Desde já muito obrigado pelo teu tempo, mais uma vez parabéns pelo magnífico trabalho, grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá Maxwel Rocha! Primeiramente quero te parabenizar pelo belíssimo trabalho que desenvolve. Sou estudante de biologia e estou cursando o último período no IFTO campus de Araguatins no Tocantins, estou desenvolvendo meu TCC com aranhas domésticas pertencentes a família Pholcidae (Pholcus phalangioides) e cara sou apaixonada por esses bichinhos minúsculos e fico encantada quando vejo fotos tão perfeitas quanto essas que você faz. Pretendo seguir minha linha de pesquisa futuramente estudando aranhas minúsculas que vivem no solo. Vejo que suas fotos vão me ajudar bastante na diferenciação das mesmas. Meus parabéns!

    ResponderExcluir